Search for:
E-mail Comercial

comercial@gruporcfo.com.br

WhatsApp Comercial:

051-99011-0263

Matriz

Parobé/RS

Serviços

Somos uma consultoria especialista em Obrigações Fiscais

Suporte MastersafDW

Suporte MastersafDW
Onesource REINF / ECF

Entendemos ser fundamental aos clientes manter o nível de compliance fiscal, de modo que possam continuar trabalhando no aprimoramento do seu grau de governança, para isso então, desenvolvemos soluções que contribuem com tal objetivo. Sustentação de soluções fiscais

Veja
BPO ECF

BPO ECF
Realizamos sua Apuração E - LALUR ECF

Contempla todos os Cálculos e Controles do Sistema E-LALUR Apurações e gera e valida de forma automática os Blocos M e N para importação no PVA o para a ECF

Veja
Geração e Entrega

Geração e Entrega
Atendimento A fiscalizações

Ofertamos ao mercado fiscal os mais completos softwares de gestão fiscal e tributária, abrangendo os âmbitos federal, estadual e municipal. Implementamos projetos utilizando metodologias reconhecidas, aplicando o conhecimento dos nossos profissionais e integrando os sistemas com os diversos ERPs do mercado.

Veja
image
image
image
image
image
image

DIFERENCIAIS

Nosso foco e ajudar você a enfrentar desafios comuns

Implementação Rápida e Segura

Nossa equipe é treinada e especializada para garantir a transição entre sistemas de forma segura e eficiente, reduzindo o tempo e o impacto no dia a dia dos nossos clientes.

Suporte Especializado

Nossa solução oferece suporte especializado e qualificado em níveis funcionais e técnicos para que o departamento tributário da sua empresa tenha mais segurança e confiança durante a transição e as operações do dia a dia.

Tecnologia Saas/Cloud

Ambiente de trabalho eficiente e experiência de usuário otimizada para garantir que seus funcionários tenham acesso integral à plataforma independentemente de onde estejam.

Abrangência

Nossa solução é preparada para atender a legislação tributária brasileira nas esferas Municipal, Estadual e Federal, o que traz muito mais segurança para os processos de apuração de impostos da sua empresa.

Segurança

Nossas políticas de proteção de dados seguem os padrões globais da Thomson Reuters e garantem a alta disponibilidade dos serviços, sem riscos de interrupção.

Eficiência

Redução significativa de custos com hardware, implementação, manutenção e atualizações, além da melhora do desempenho fiscal, garantindo muito mais agilidade, segurança e inovação para o dia a dia do departamento tributário.

image

Agende uma reunião com nossa equipe!

comercial@gruporcfo.com.br

BLOG NOTÍCIAS

Fique atualizado com as principais novidades em nosso Blog.

Apuração dos Impostos CSLL, IRPJ e Obrigação Fiscal ECF

                          

Apuração dos Impostos CSLL, IRPJ e  Obrigação Fiscal ECF
 

Para mais Informações ligue para 051-3133-6213 ou acesse o site www.gruporcfo.com.br

comercial@gruporcfo.com.br

ECD – NOVA VERSÃO – 4.0.1

Publicação de Nova Versão do Programa da ECD
Publicado em 22/02/2017

Versão 4.0.1 do programa da ECD

Foi publicada a versão 4.0.1 do programa da ECD, com os seguintes ajustes:

1) Correção do problema da assinaturas a partir da restauração de cópia segurança de ECD parcialmente assinadas.

2) Correção da exceção de Java no leiaute 5 quando com registro 0000 estava incompleto (sem o campo flag do conglomerado, por exemplo).

3) Correção da exceção de Java na importação de ECD no leiaute 5 com registro J800 no formato de anterior, sem os novos campos.

4) Correção da exceção de Java na transmissão de ECD com o número de ordem informado com zeros a esquerda.

5) O programa estava habilitando a edição do bloco K para leiaute 5 e permitindo informar “S” no campo 0000.IND_ESC_CONS. Como os testes do conglomerado ainda não foram concluídos, na versão 4.0.1 foram feitas as seguintes alterações:

Criar ECD: O campo 0000.IND_ESC_CONS (indicador de consolidação) deverá aparecer preenchido com N e desabilitado para edição em todos os leiautes.

Importar ECD (leiaute 5): O campo 0000.IND_ESC_CONS deverá ser válido apenas quando preenchido com “N”. Se for preenchido com “S” exibirá a seguinte mensagem de erro “Nesta versão ainda não é possível a informação das demonstrações contábeis consolidadas pela controladora. O campo IND_ESC_CONS, do registro 0000, dever ser preenchido com “N” e os registros do bloco K, caso existam, devem ser excluídos”.

O que muda no mercado com a criação do EFD REINF?

O-que-muda-no-mercado-com-a-criação-do-EFD-REINF

Contribuintes terão novidades com as novas alterações do Sistema Público de Escrituração Digital (SPED). A Escrituração Fiscal Digital das Retenções e Informações da Contribuição Previdenciária (EFD-Reinf), que está sendo construída em complemento ao Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSocial). A EFD-Reinf passa a ser responsável por informações que já estão inseridas em outras obrigações acessórias, como exemplo a apuração da Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta, realizada pelo módulo da EFD-Contribuições.

Elaboramos as principais dúvidas que muitos contribuintes podem vir a ter sobre o EFD-Reinf. Acompanhe o post e fique por dentro da mais nova escrituração!

O que é EFD REINF?

A EFD-Reinf é parte do Sistema Público de Escrituração Digital (Sped) que passa a conter todas as informações do contribuinte sem relação trabalhista, além dos dados sobre a receita bruta que serão utilizados para apuração das contribuições previdenciárias substituídas.

Empresas que devem se adequar às determinações 

A escrituração da EFD-Reinf passa a ser obrigatória a todas as empresas que retem algum tributo, como no caso do Programa de Integração Social (PIS), Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (Cofins) e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL). Além do que, empresas que tenham um faturamento acima de R$ 215,05 terão que aplicar uma alíquota de retenção de 4,65% sobre os tributos.

A nova escrituração abrange entidades sindicais, associações, federações, centrais sindicais, confederações e serviços sociais autônomos, condomínios, fundações e sociedades simples (também as cooperativas). É importante destacar que empresas optantes pelo Simples Nacional estão isentas da nova escrituração.

O que muda com a EFD-Reinf

A EFD-Reinf passa a substituir as informações contidas em outras obrigações acessórias, como no caso a Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte (DIRF) e o módulo da EFD-Contribuições que é responsável pela apuração da Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta (CPRB).

Prazo de entrega do EFD-Reinf

A entrega do EFD-Reinf deverá ser feito mensalmente e entrará em operação junto com o e-Social. Deverá ser feito através de um arquivo magnético, uma vez que compõe o Sistema Público de Escrituração Digital (SPED).

O prazo da entrega do e-Social, o qual rege as relações com empregados domésticos, seria para outubro deste ano. Já para demais empregadores, o e-Social passa a vigorar a partir de novembro de 2016, começando com empresas que possuem faturamento superior a R$ 78 milhões em 2014. Já empresas que tiveram receita bruta de até R$ 78 milhões em 2014 o prazo para se enquadrarem no e-Social é janeiro de 2017.

Empresas devem começar a se prepararem o quanto antes, uma vez que a mudança de periodicidade anual (DIRF) para mensal passa a vigorar – o risco com erros ou outros equívocos pode ocorrer em virtude do prazo curto de envio das mesmas.

Uma versão beta antecipada do Leiaute EFD-Reinf já foi liberada, incentivando principalmente a construção coletiva e gradual do SPED e oportunizando a preparação das companhias para a adaptação de seus sistemas à nova obrigação acessória.

Gostou do post? 

image